sexta-feira, 29 de junho de 2007

Saiba escolher os suplementos - Parte IIII

Fonte: Sport Life

Barra Gel ou produtos em pó.

Em geral as barras energéticas têm a mesma finalidade dos carboidratos em pó e em gel, o que varia é somente o tipo de apresentação. Produtos líquidos e em gel são absorvidos mais rapidamente do que em barra. E cabe ao esportista escolher a embalagem mais adequada ao seu ritmo de atividades e o produto se encaixa melhor ao seu paladar. Os carboidratos em gel, por exemplo, costumam ser bastante utilizados durante a corrida por serem mais práticos. As barras protéicas também tem o mesmo objetivo das proteínas em pó para o preparo de bebida (whey protein, abumina), que por serem consumidas na forma de shake são absorvidas em menos tempo. Isso ocorre principalmente se for utilizada a proteína hidrolizada (proteína já quebrada em aminoácidos).

Carboidratos.

"São vistos como a principal fonte energética, já que exigem menos oxigênio para a sua oxidação quando comparados a lipídios e proteínas. Os carboidratos são estocados em forma de glicogênio no fígado e nos músculos e é esta reserva a utilizada durante a prática de atividade física", explica Karina Gallerani, nutricionista. "Pelo fato dos estoques musculares e hepáticos serem limitados, a reposição de carboidratos precisa ser feita de forma constante. Antes do exercício, faça uma refeição ou um pequeno lanche contendo alimentos ricos em carboidratos, respeitando a duração do treino. Logo após o término da atividade, o carboidrato também deve ser ingerido para estoques do glicogênio sejam logo repostos, beneficiando a recuperação que passa a ser mais acelerada e prepara o músculo para atividade subseqüentes." (repositores energéticos)

Atletas de endurance de elite devem cosumir 1,6 g/Kg de peso corporal ao dia de proteínas. Enquando as pessoas que se exercitam quatro ou cinco vezes por semana de 45 a 60 min precisam ingerirem torno de 1,2 g/Kg do dia de proteínas. Já aqueles que praticam endurance de forma recreativa até quatro vezes por semana, por menos de 3 minutos e com intensidade leve, podem incluir na dieta a mesma quantidade recomendada para pessoas sedentárias: 0,8 g/Kg ao dia.

Proteínas

Em um treino de força se dá prioridade a suplementos de proteína. Ao contrário do que ocorre com carboidratos e lipídios, as proteínas não são uma fonte significativa de fornecimento de combustível durante o exercício. Mesmo em situações em que a sua utilização é máxima, estima-se que a contribuição total desse nutriente fique em 5% e 15% do total de gasto calórico. Apesar da "pequena" improtância no que se refere a contribuição energética (quando comparada aos carboidratose os lipídios), as proteínas continuam sendo um elemento essencial para o processo de hipertrofia muscular em decorrência de exercícios com sobrecargas.

A principal ação das proteínas portanto, não ocorre durante a atividade, mas no periodo de recuperação. E um suprimento inadequado desses nutrientes pode comprometer o crescimento muscular.

Atletas de força no início do treinamento deveriam consumir 1,78g/Kg de peso corporal ao dia de proteínas. Já os interessados na manutenção da massa magra podem ingerir cerca de 1,2 g/Kg ao dia de proteínas. Enquando aqueles que praticam exercícios de força, mas não são atletas, precisam incluir na dieta 0,88 g/Kg ao dia de proteínas. Como o consumo de proteínas é realizado majoritariamente por meio de alimentos de origem animal, é preciso ficar atento também à ingestão de colesterol e gorduta saturada. Os suplementos proteícos podem funcionar como coadjuvantes na dieta ao atuar como uma opção para obtenção de proteína que contém pouca gordura e colesterol.

Radicais Livres

"Um fator importantea ser destacado é que o excesso de exercícios físicos provoca o envelhecimento precoce devido à grande produção dos chamados radiais livres", afirma Karina Gallerani. "Esta produção pode ocorrer pelo aumentodo nível de catecolaminas, pelo estímulo do ácido lático e principalmente, pelo maior consumo de oxigênio", complementa. Para neutralizar os efeitos nocivos dos radicais livres no organismo, é indicado ingerir ingredientes antioxidantes como vitamina C, vitamina E, betacaroteno, Zinco, selênio e manganês. Procure ingerir de 500 a 1.000 mg de vitamina C, entre 400 e 800 UI de vitamina E e de 50 a 100 mg de selênio diariamente.

Bebidas esportivas

"Hidratação adequada é de suma importância para o bom desenpenho físico. Em atividades leve e moderada (caminhada, musculação,ginática), a simples ingestão de água em todas as etapas do exercício já é suficiente para repor a perda hídrica", diz a nutricionista Karina Gallerani. "No caso de atletas, em que o treinamento é intenso, o uso de bebidas isotônicas é indicado para a reposição rápida da água e dos eletrólitos (sódio, potássio,cloro) perdidos, além de glicose para manter a glicemia constante."

As bebidas esportivas, além de hidratarem, fornecem energia na forma de carboidrato. De qualquer modo, a solução deve estar entre 4% E 8% de concentração de carboidratos - para não atrapalhar o esvaziamento gástrico.

>>> Visite o site: http://www.suplementosexpress.com.br/

Um comentário:

  1. goatyaria de tel pr contato dr.karina ou end pr atendimento

    ResponderExcluir