segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Fábio Carvalho e Carla Moreno vencem na USP

Fonte: Ativo.com - Data: 23/08/2009
Fábio Carvalho e Carla Moreno venceram a disputa na Cidade Universitária/USP, neste domingo. A 3ª etapa reuniu mais de 600 triatletas.

Fábio Carvalho e Carla Moreno foram os vencedores da terceira etapa do Troféu Brasil de Triathlon, disputada na manhã deste domingo, na USP`, em São Paulo. A equipe do ativo.com acompanhou o evento e registrou as imagens dos participantes, que estarão disponíveis on-line em breve.

A dupla confirmou seu favoritismo vencendo a categoria elite profissional. Fábio (Mérida/Mizuno/PowerBar/BR Esportes), atual bicampeão do circuito, completou o percurso de 1,5 km de natação, 40 km de bike e 10 km de corrida com o tempo de 1h59seg42, enquanto Carla (Power Bar/Flets/Prefeitura de Santos/Nike) garantiu sua segunda vitória na competição com a marca de 2h16min. Ao todo, o evento reuniu 632 atletas, com largada e chegada em frente à Raia Olímpica da USP. O calendário ainda prevê provas nos dias 20 de setembro, 25 de outubro e 6 de dezembro, todas na Praia do Gonzaga, em Santos.
Fábio Carvalho garantiu sua segunda vitória e a liderança no circuito em uma disputa acirrada com Juraci Moreira (Clube Social/Speedo), e Paulo Miyashiro (Unimes/Avora Cosméticos). Miyashiro foi o primeiro a sair da água, seguido por Fábio Carvalho, Fred Monteiro e Juraci. Foi na transição da bike para corrida, que a briga ficou entre Carvalho e Juraci Moreira, sendo definida nos 5 km finais e uma diferença de 20 segundos a favor de Fabinho.
Nem a temperatura baixa desta manhã na casa dos 13 graus incomodou o campeão. "Tudo estava perfeito. O clima estava bom e, como não choveu, consegui ter um bom rendimento. Nem a água gelada da Raia Olímpica me incomodou”, explicou o triatleta natural de Mogi Mirim e radicado em Santos.
No feminino, outra briga pela liderança. Carla Moreno e a campineira Vanessa Gianinni (Proauto/Speedo/Isma/Idmed/Scott) seguiram praticamente juntas durante todo o circuito. Carla foi a primeira a sair da água, enquanto Vanessa a quarta (atrás de Fernanda Garcia e Verônica Mello). Na transição da bike para a corrida, Carla Moreno ainda liderava a competição, seguida da campineira, que ficou em segundo lugar com o tempo de 2h16min58.
"Na segunda etapa tive hipotermia e abandonei a prova no início do ciclismo. Estou muito feliz com o resultado de hoje. Fiz uma boa natação e gostei muito da prova”, comemorou a atleta que ainda agradeceu o empenho de sua equipe e aproveitou para guardar a champanhe para o pai que não pode acompanhar a disputa ver sua vitória em São Paulo. "Vou comemorar também em casa”, completou.
"Os melhores triatletas do país formaram o pódio deste domingo. Com certeza vários deles representarão o Brasil nas Olimpíadas de Londres. Isso mostra a força do Troféu Brasil, a principal competição do triatlo da América Latina”, disse Núbio de Almeida, diretor da NA Sports, organizadora da prova.
Resultados:
Masculino
1- Fábio Carvalho (BRA), 1h59min42s2- Juraci Moreira (BRA), 2h00min19s3- Paulo Miyashiro (BRA), 2h02min12s4- Igor Amorelli (BRA), 2h16min43s5- Marcus Fernandez (BRA), 2h06min
Feminino
1- Carla Moreno (BRA), 2h16min2- Vanessa Gianinni (BRA), 2h16min58s3- Fernanda Garcia (BRA), 2h22min59s4- Carolina Furriela (ARG), 2h26min38s5- Verônica Mello (BRA), 2h29min46s

domingo, 23 de agosto de 2009

Maratona de Lisboa!

BODY & CIA - Assessoria Desportiva

Olá atletas! Se você esta pensando em participar da Maratona ou da Meia Maratona de Lisboa 2009 dia 06 de Dezembro então essa é a altura de iniciar seu ciclo de treinos, sendo assim a BODY & CIA oferece a você planos de treinamento online para a mesma.

Por apenas 25€ mensais você terá direito a:

  • Plano de treino mensal a suas necessidades
  • Suporte online com seu técnico
  • Cadastro e agendamento de treinos
  • Relatórios de treinamento com gráficos
  • Orientação nutricional
  • Prevenção de lesões
  • Artigos e dicas

Um mês gratuito!

Após a prova você terá direito sem custo algum a mais quatro semanas de treino regenerativo, evitando assim futuras lesões que costumam aparecer pós-prova.


Caso haja interesse envie um correio electrónico para bodycia@yahoo.com.br ou contacte 915 485 782 para receber mais informações. Não perca tempo!


Abraços prof. Claudio

Conheça nosso site! http://www.bodycia.com.br/

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

O Alto Preço do $$Triatlhon$$

Fonte: Este este foi reproduzido a partir do Blog Diario do Triatleta
O original pode ser acessado em: http://jcgoudard.blogspot.com/2009/08/o-alto-preco-do-triatlhon.html

Vamos falar um pouquinho sobre o alto valor em tudo que envolve o triatlhon, e não é para menos que é um esporte cada vez mais elitizado.

Acompanhando um blog, a seguinte notícia me chamou a atenção: "A Federação Americana de Triathlon (USA Triathlon – USAT) ultrapassou a marca de 125.000 federados. O valor da anuidade é de US$39,99. Aqui no Brasil, atualmente, temos 1.986 atletas federados, de acordo com o site da CBTRI e não há um valor padrão de anuidade, pois cada federação define o seu".

Acredito que aqui no Brasil o Triathlon tem muito a crescer, podemos usar como exemplos as duas provas que tiveram suas inscrições esgotadas em tempo recorde, O SESC triathlon Caiobá ocorrido em fevereiro e as inscrições para o IronMan Brasil 2010, onde as inscrições esgostaram-se em 23 dias para as 1.500 vagas dispozibilizadas ao custo de mais de R$1.100,00.


Mas, mesmo se popularizando cada vez mais, algo está indo na contra mão da lógica, os altos valores envolvidos tanto nas inscrições como nos equipamentos e acessórios utilizados para a prática do esporte.

Outro exemplo a ser usado é o alto valor da inscrição para o Ironman 70.3 Beto Carrerro, que ocorre agora no fim do mês, o qual é um dos mais altos do mundo ao custo de $400,00 enquanto em outros países o valor máximo não passa de $300,00.

O valor dos equipamentos também vai pelo mesmo caminho, o valor de uma bicicleta específica para triathlon, mesmo com o dólar baixo, esta cada vez menos acessível em comparação com preços praticados lá fora. Não podemos deixar de lado a tecnologia empregada que a cada ano melhora etambém os altos impostos de importação, mas em comparação com os valores dos equipamentos vendido no exterior é aqui no Brasil é absurdamente muito mais caro.

Nesta semana estava pesquisando uma bike cujo valor fora esta em cerca de $3.000,00 a mesma bike é vendida aqui no Brasil por cerca de R$16.000,00. Cheguei a conclusão que se eu comprar a passagem for até os Estados Unidos comprar a bike e pagar os devidos impostos acaba saindo mais barato que comprar aqui. Agora fico imaginando o quanto aumentaria o número de praticantes de triatlhon se os equipamentos tivessem um valor um pouco mais acessível.

Para nós que somos apaixonados pelo triatlhon e isto já está em nosso sangue, acaba financeiramente pesando muito. Para participar de uma prova de Ironman se colocarmos tudo na ponta do lápis vemos o quanto custa CARO. Inscrição, hospedagem, transportes, treinos, suplementação, equipamento, revisão da bike e etc., e na realidade o que se torna mais fácil é o treino.

O objetivo desta postagem não é dezanimar ninguém e sim traçar um panorama da realidade do triatlhon para nós brasileiros.

Líderes confirmam presença na 3ª etapa do Triathlon Long Distance

Fonte: O Radical - Data: 19/08/2009

Biathlon & Triathlon - O circuito Triathlon Long Distance 2009 tem sequência no próximo domingo, dia 23 de agosto, com sua 3ª etapa. A prova será disputada no Parque do Flamengo, no Rio de Janeiro, reunindo o que há de melhor no país no gênero.

O brasileiro Raphael Menezes e o argentino Ezequiel Morales, respectivamente líder e vice-líder no masculino, estão confirmados para a prova, que terá 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida. Um pouco antes, começará a prova de Short Triathlon, com 750 m de natação, 20 km de ciclismo e 5 km de corrida.

Liderando a competição, Raphael vai para o Rio de Janeiro embalado pelos excelentes resultados nas primeiras provas, segundo colocado em Caiobá (PR) e vencedor em Ubatuba (SP). Tal desempenho garantiu o atleta a primeira colocação no ranking, com 185 pontos. Em excelente momento, ele tem tudo para conseguir mais um bom feito na etapa carioca, que tem percurso praticamente plano e é bastante veloz.

Argentino radicado no Rio de Janeiro, Ezequiel Morales estará "correndo em casa". O triatleta é um especialista em provas longas e no ano passado ficou em segundo lugar no circuito. Atual vencedor no Rio de Janeiro, ele é forte candidato ao topo do pódio e deverá fazer uma boa briga com os brasileiros. Nesta temporada Ezequiel venceu a primeira etapa, em Caiobá, e ficou em quarto na prova de Ubatuba, e ainda ocupou a quarta colocação no Ironman Brasil, em Florianópolis (SC), em maio.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Abdómen saliente e Doenças

BODY & CIA - Assessoria Desportiva


Abdómen saliente e Doenças


Seu abdómen é daquele que já está definido? Ele já definiu que vai ser arredondado e ponto final? Melhor você fazer com que mude de ideia. A incómoda circunferência, que parece ser inevitável na vida de um homem, pode ser o atalho para doenças, como as cardiovasculares, sem falar na obesidade, da qual ela é um sinal evidente. A combinação má alimentação, ingestão de álcool e sedentarismo é a causa mais comum do aparecimento da barriga masculina. "O homem, ao ganhar peso, vai acumular gordura na região abdominal, enquanto a mulher engorda mais no quadril".


Há até uma fórmula usada pelos especialistas para determinar os riscos à saúde, levando-se em conta a proporção cintura-quadril (anca), que determina a quantidade de gordura na região abdominal. Quanto mais elevado o índice, maior a gordura visceral, aquela que se instala entre os órgãos vitais e leva a maiores danos no organismo.

Para fazer esse cálculo, ensina David Zinczenko no livro "A Dieta do Abdómen", você deve medir a cintura na altura do umbigo e tirar a medida dos quadris no ponto mais largo, em torno das nádegas. Por exemplo, se seus quadris têm 101 cm e a cintura no nível do umbigo mede 97 cm, sua proporção cintura-quadril (anca) é de 0,96.

O objectivo para quem quer ter um corpo em forma é chegar a uma proporção cintura-quadril de 0,92 ou mais baixa. Essa redução vai exigir do candidato a ter um abdómen sarado algumas mudanças de hábito. "Para evitar a barriga é preciso controlar a alimentação, comer de três em três horas e reduzir a ingestão das calorias em excesso, como as das bebidas. Se a pessoa controlar de segunda a quinta, extrapolar sexta e sábado, e retomar o controlo na tarde do domingo, já haverá um equilíbrio. O problema é extrapolar cinco dias e nos outros dois não conseguir comer porque está de ressaca", pondera Antunes.

Só malhar o abdómen não emagrece. É preciso aliar dieta, musculação e actividades aeróbias, como correr ou pedalar, para perder gordura. "Os músculos abdominais participam da maioria dos movimentos que realizamos e colaboram na sustentação da postura.

EXERCÍCIOS

1 - Para os oblíquos: posicione as mãos atrás da nuca e mantenha as pernas flexionadas em um ângulo de 90 graus. Inspire e execute uma pequena rotação de tronco, aproximando o cotovelo em direcção aos joelhos suspensos. Alterne as pernas. Mantenha os cotovelos sempre abertos e o queixo distante do peito

2 - Apoie os pés em uma cadeira e execute a flexão de tronco com as mãos atrás da nuca. Procure inspirar na posição inicial e expirar na contracção abdominal

3- Sentado em uma cadeira, segure na lateral do móvel e execute a extensão e flexão dos joelhos sucessivamente.

CALORIAS DE ALGUMAS BEBIDAS:

Cerveja (lata) - 147 cal

Imperial - 180 cal

Caipirinha (100 ml) - 171 cal

Uísque (dose) - 240 cal

Vinho tinto (taça) - 107 cal

www.bodycia.com.br


sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Siga o TRIatividade no Twitter


Agora vc pode seguir as atualizações do TRIatividade no twitter. Basta clicar na figura ao lado ou acessar www.twitter.com/triatividade

Lesões mais frequentes em corredores

BODY & CIA - Assessoria Desportiva

Lesões mais frequentes em corredores

Esporão de calcâneo

O que é?

É um crescimento de um tecido ósseo anormal no osso do calcanhar. O desenvolvimento do esporão é dolorido. De acordo com a adaptação do pé, a dor fica mais controlada.

Causa:

Forma-se quando o tecido conjuntivo que vai da base dos dedos até o calcanhar, chamado de fáscia plantar, faz excessiva tração sobre esse osso calcâneo. Pode ser resultado de problemas como o pé chato, mas também pode se desenvolver naqueles que têm o pé cavo. O que também pode resultar no surgimento desse problema é o uso de sapatos com o calcanhar elevado, como os de salto alto.

Tratamento e prevenção:

A maioria dos esporões pode ser tratada sem cirurgia. O tratamento inclui exercícios de alongamento, perda de peso e uso de calçados que absorvam o impacto, em especial, do calcanhar. Como prevenção, dê preferência aos calçados com amortecimento. Se o problema persistir, procure um médico

Metatarsalgia

O que é?

É a dor na parte da frente embaixo do pé, correspondente à área dos ossos metatarsos, que se articulam com os ossos dos dedos.

Causa:

Essa dor pode surgir devido à anormalidade de um ou mais ossos dessa região, o que causa uma pressão maior contra o solo. Outros motivos podem ser o uso de sapatos com bicos mais finos, que comprimem os metatarsos, saltos altos, sobrecarga na região anterior do pé tanto pela atividade física excessiva quanto por atividades profissionais que exigem tempos prolongados sobre a região.

Tratamento e prevenção:

O primeiro passo é descobrir o que está causando o problema. No caso de uso de calçados ou na prevenção, prefira aqueles mais largos que não comprimam os metatarsos. Em algumas situações, são recomendadas palmilhas que diminuem a pressão nessa região. Se o problema persistir, procure um médico.

Fascite Plantar

O que é?

Trata-se de uma inflamação na fáscia plantar, faixa de tecido fibroso localizada no interior do pé que vai do calcanhar até a base dos dedos, resultante do excesso tração de alongamento na fáscia plantar.

Causa:

Existem diversas causas para a fascite plantar, entre elas o pé chato, o arco do pé muito alto, aumento súbito da atividade física ou peso excessivo sobre o pé.

Tratamento e prevenção:

Dependendo da causa da tração excessiva da fáscia plantar, é possível determinar um tratamento eficaz. De maneira geral, exercícios de alongamento e uso de palmilhas que amortecem o impacto e apóiam o arco do pé são suficientes. Como cada vez que o pé atinge o solo a fáscia plantar é esticada, algumas ações podem prevenir esse tipo de lesão, como evitar correr em solo irregular, perder peso e utilizar tênis que apóie o arco do pé. Se o problema persistir, procure um médico.

Tendinite no tibial posterior

O que é?

Quando há essa lesão, o tendão tibial posterior, que percorre o interior do tornozelo e do pé, não funciona de maneira correta para formar o arco do pé. Pode levar a dor no calcanhar, no arco do pé, fascite plantar e esporão. A tendinite no tibial posterior é caracterizada por dor na região interna do tornozelo e pode levar ou não a insuficiência do tibial posterior, que por sua vez, faz com que o arco do pé desabe, levando ao comprometimento da fáscia (fascite plantar). É importante salientar que a tendinite leva ao desabamento.

Causa:

É causada por overuse. Os movimentos repetitivos associados à fraqueza muscular levam ao processo inflamatório desse tendão. Pés chatos também podem favorecer essa disfunção.

Tratamento e prevenção:

A atividade deve ser limitada até que a dor e o inchaço melhorem. A volta às atividades deve ser feita lentamente para permitir que os tecidos cicatrizem. Indica-se uso de apoio para melhorar a sustentação do arco plantar reduzir a tensão sobre os tendões. Usar calçados com bom amortecimento também ajuda a evitar o problema. Se o problema persistir, procure um médico.

Tendinite no tendão de Aquiles

O que é?

A tendinite é a inflamação do tendão calcâneo, também conhecido como tendão de Aquiles. A dor pode se desenvolver gradualmente sem nenhuma lesão. É caracterizada por dor na região posterior do calcanhar. Quando não é tratada, a lesão evolui para degeneração e até mesmo ruptura do tendão. É comum entre atletas, especialmente corredores de longa distância. Pessoas que sofrem de tendinite no tendão de Aquiles reclamam, freqüentemente, de sentir uma dor muito forte quando põe o pé no chão pela primeira vez de manhã ou depois de longos períodos sentadas.

Causa:

A causa mais comum da tendinite no tendão de Aquiles é a pronação exagerada. Outros fatores são: tendão curto, lesão no tendão ou deformidade no osso do calcanhar.

Tratamento e prevenção:

Atletas precisam de bastante alongamento para aquecer os músculos antes da atividade. Também devem diminuir a distância de suas corridas, evitar subidas íngremes e colocar gelo no local. Também se pode usar palmilhas para diminuir a pronação. Se o problema persistir, consulte seu médico.


Lembre-se! Fique atento aos sinais do seu corpo! Pare seu treino imediatamente caso sinta alguma dor articular ou muscular persistente e progressiva!


Abraços Prof. Claudio Bolanho

http://www.bodycia.com.br/

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Companheiro é companheiro

Essa é só pros IronManiacos, em especial para o Valdir (Angola), Claudio (Portugal) e os daqui mesmo (Liminha, Givaldo, Enzo, Virtual, Virtualzinho, Clodoaldo, Clebão etc.)

Assista...



E veja a letra...

Escolha bem os seus amigos de conduta
Companheiro é companheiro e fia da puta é fia da puta (4X)

Quem veste a nossa camisa, é companheiro
Quem põem nóis em confusão, é fia da puta
Quem ajuda a quem precisa, é companheiro
Quem deixa a gente na mão, é fia da puta
Quem devolve o que empresta, é companheiro
Quem enrola que nem retroz, é fia da puta
Quem convida nóis pra festa, é companheiro
Quem deseja o mal pra nóis, é fia da puta.

Escolha bem os seus amigos de conduta
Companheiro, é companheiro, fia da puta é fia da puta (bis)

Quem trabalha honestamente, é companheiro
Quem rouba o nosso dinheiro, é fia da puta
Quem tá do lado da gente, é companheiro
Quem da golpe atraiçoeiro, é fia da puta
Quem vibra o nosso progresso, é companheiro
Quem tem inveja e enorme, é fia da puta
Quem quer o nosso sucesso, é companheiro
Quem quer que a gente se afogue, é fia da puta.

Escolha bem os seus amigos de conduta
Companheiro, é companheiro, fia da puta é fia da puta (6)

Companheiro é companheiro...

Quais são os esportes mais sedentários?

Fonte: Mundo Estranho - por Victor Bianchi

O bilhar é o esporte que gasta menos calorias, de acordo com o livro Fisiologia do Exercício, de William McArdle, mas é impossível definir um ranking oficial. “Existem centenas de variáveis envolvidas. Um mesa-tenista pode gastar mais calorias em uma partida do que um jogador de futebol em um jogo inteiro”, diz o médico Samir Daher, da Confederação Brasileira de Handebol. O ritmo com que o esporte é praticado, a frequência, o biótipo do praticante e o deslocamento exigido pelo jogo são alguns dos fatores que devem ser levados em consideração. Assim, não há uma lista definitiva dos esportes mais e menos sedentários, e sim estimativas. A lista abaixo, por exemplo, estima quanto um indivíduo com 70 quilos gasta de calorias durante uma hora de atividade. Aliás, nem o conceito de esporte é consenso: aqui, consideramos esporte toda atividade física sujeita a regulamentos e que geralmente visa a competição. No futuro, quem sabe até jogar videogame vá ser considerado um esporte. Se isso acontecer, o Nintendo Wii pode entrar para a lista dos sedentários: em uma hora, ele queima 150 calorias, de acordo com um estudo da Universidade John Moores, na Inglaterra. :-’)
MOLEZA F.C. Os esportes mais sedentários...
BILHAR (176 kcal) É um esporte que requer mais concentração do que força física. Como há poucos deslocamentos – e, quando existem, são curtos e lentos –, não acelera muito o metabolismo
CANOAGEM por lazer (185 kcal) Na canoagem amadora, não é preciso lutar contra correntezas fortes – o esportista apenas segue o fluxo da água, sem contrações muito vigorosas para executar o movimento
DANÇA LIVRE (214 kcal) Por não ser profissional, requer só movimentos suaves, sem grandes deslocamentos ou movimentos complexos. Com isso, acaba gastando menos calorias
VÔLEI (245 kcal) Apesar de exigir saltos e movimentos intensos, tem deslocamentos extremamente curtos, de 2 a 3 metros, que reduzem o consumo calórico
ARCO-E-FLECHA (273 kcal)O esporte depende mais da parte psicológica. O esforço físico fica concentrado nos braços, que precisam segurar o arco corretamente e aguentar o tranco da flechada.

DUREZA F.C.... e os que mais fazem suar
BOXE (932 kcal) O esporte exige que o atleta se desloque bastante e dê vários pulinhos de um lado para outro para desviar do adversário, fora a energia gasta com os golpes
SQUASH (890 kcal) Bater a bolinha contra a parede parece brincadeira de criança, mas envolve muito deslocamento, velocidade, flexibilidade, força e resistência
JUDÔ (819 kcal)Assim como as outras artes marciais, é um esporte que exige força, daí sua queima calórica. Sua prática também requer flexibilidade e coordenação motora
NATAÇÃO - CRAWL (655 kcal) Ao nadar nesse estilo, também conhecido como nado livre, o esforço maior fica por conta das pernas, dos braços e das costas, apesar de o esporte trabalhar o corpo todo
BASQUETE (580 kcal) A queima de calorias é beneficiada principalmente pelo deslocamento em quadra. Cada atleta percorre, em média, 8 quilômetros durante uma partida.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Periorização mental

Para ter um bom desempenho, trabalhar a parte psicológica durante as fases de treinamento é tão importante quanto a física.

Quando um corredor estabelece uma meta, seja ela disputar uma prova de 5 km, 10 km ou completar uma meia-maratona ou uma maratona, o primeiro passo é cuidar do treinamento físico. Porém, atentar para a preparação psicológica também é muito importante para se ter um bom rendimento, principalmente se partirmos da ideia de que o ser humano é um elemento único formado pela relação mente e corpo.

"A periodização mental consiste em estruturar em diversas fases o treinamento mental, que actua sobre os pensamentos e a imaginação do atleta, por meio de estratégias de visualização e auto-falas. Isto facilita e optimiza o treinamento desportivo". "A literatura especializada chama este trabalho de periodização da preparação psicológica. Ela segue a periodização do treinamento físico, técnico e táctico".

Por partes
A periodização da preparação mental deve estar alinhada com as fases de periodização do treinamento físico. Assim, ela se torna eficaz e contribui para que o atleta tenha um melhor rendimento. "Cada fase de treinamento requer habilidades psicológicas diferentes. Para se obter bons resultados, é necessário que se treine em cada fase as habilidades psicológicas paralelamente com as físicas". "O trabalho mental deve estar alinhado com as demandas do treinamento e de cada atleta. Por exemplo, no momento pré-competitivo, é comum que exista ansiedade. Portanto, esta é uma habilidade que deve ser desenvolvida nesta fase".

Para todos
Apesar de nos dias de hoje ser cada vez mais evidente a importância de acompanhamentos paralelos aos treinos de corrida, não só por psicólogos, mas também por nutricionistas, fisioterapeutas entre outros, muitos atletas amadores ainda resistem a este tipo de trabalho, ou por vergonha, ou por não saberem que isto é algo que pode contribuir para seu bom rendimento.

"Não importa se o atleta é amador ou de elite. Os pensamentos influenciam nossos comportamentos desportivos. Portanto, se existe a possibilidade de treiná-los ao seu favor, o corredor pode garantir a melhora da performance e da saúde física e mental". "Todo atleta deveria fazer sua preparação psicológica. Tanto o amador como o profissional. A preparação global do atleta é composta pela parte física, técnica, táctica e psicológica. O bom rendimento é resultado desse conjunto".

Quando não está bem mentalmente, um corredor pode sofrer diversos problemas que atrapalharão seus treinos e o rendimento na corrida, como ficar desmotivado ou até mesmo obcecado pelo treinamento, exagerar na dose e se lesionar porque foi além do próprio limite.

"Falta de motivação é muito comum, principalmente em fases mais pesadas do treinamento. Quando um atleta não está preparado mentalmente, ele também pode ter um deficit de concentração, maior probabilidade de lesões, overtraining e até desistência, tanto em fases do treino como em provas".