segunda-feira, 13 de junho de 2011

Chás x Dieta

Help-professor

Boa tarde! Veja os destaques da semana na Help Professor:

Nutrição:"Alcance as metas da dieta com a ajuda dos chás"


Abraços e uma ótima semana de treinos!

Prof. Claudio Bolanho
Diretor Geral HP


>>> Compre chás em http://www.suplementosexpress.com.br/





terça-feira, 7 de junho de 2011

IronMan Brasil 2012: Inscrições esgotadas em poucos minutos.

Além da disputa por melhores tempos na prova, agora os triatletas também têm que travar uma nova competição: Conseguir uma vaga para participar do IronMan Brasil! E essa disputa está cada vez mais acirrada. Veja:

As inscrições para a edição 2012 do Ironman Brasil abriram à 0 hora desta segunda-feira (06/06), mas já estão esgotadas,  a Latin Sports informou que foram colocadas à disposição duas mil vagas e segundo alguns atletas que conseguiram se inscrever, em poucos minutos o site já informava que as não havia mais vagas.

Quem não conseguiu garantir um lugar na largada  do ano que vem ainda pode torcer por alguma desistência. Isso porque, caso algum boleto bancário não seja pago até a data do vencimento, a vaga automaticamente será reaberta a partir de sexta-feira (10/06) no site oficial.
Os 3,8 quilômetros de natação, 180 de ciclismo e 42 de corrida serão disputados no dia 27 de maio, no mesmo palco dos anteriores, a praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis. Para tentar garantir uma vaga a partir da sexta-feira (0 hora: fique esperto!), basta acessar http://inscricao.latinsports.com.br/.

Veja em quanto tempo as inscriçoes se esgotaram em edições anteriores:
Informações de Marcio Bernardo (facebook) - que já está inscrito!

2008/2009 6 meses de inscrição
2009/2010 1 mês
2010/2011 1 semana
2011/2012 10 minutos!

Segundo alguns atletas, em 2013 talvez a inscrição tenha que ser feita na T2! (rsss).

Veja o vídeo da prova deste ano (Funfsports):

Descidas x Corrida - Informativo Help Professor

Help-professor

Saudações! Mais destaques da semana na Help Professor.  Faça seu comentário abaixo dos artigos para intergir com outros atletas.





 
Prof. Claudio Bolanho
Diretor Geral HP

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Ciclista terá mapa com caminhos mais seguros

Fonte: Destak - Data: 03/06/2011

O Centro Brasileiro de Análise e Planejamento criará um mapa para ciclistas com caminhos alternativos e mais seguros que passam dentro de bairros e cortam vias mais movimentadas.

Financiado pela Secretaria Municipal de Esportes, o projeto começou levantando polos geradores de viagem, como escolas e comércios, segundo a Folha de S.Paulo. Na próxima semana, ciclistas vão percorrer ruas para traçar os melhores roteiros. O mapa deve estar pronto em setembro, poderá inclusive ser usado pela sinalização da CET.

Ontem, o prefeito de Copenhague, na Dinamarca, Frank Jensen, andou de bicicleta por São Paulo e disse ao SPTV que sentiria medo de pedalar aqui, onde ele participa da reunião C40, sobre meio ambiente. Lá, ele vai ao trabalho de bike.

Vias prioritárias para bikes

Em dois meses, o Brooklin e o centro devem ganhar vias prioritárias para bicicletas. Algumas das ruas receberão sinalização em uma das faixas. O uso dos caminhos poderá ser feito diariamente e em qualquer horário.

Ontem, o prefeito Gilberto Kassab confirmou que a prefeitura testará nos próximos meses o uso da Ciclofaixa do Lazer durante a semana, uma vez por mês.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Triathlon: Eduardo Sturla é tetra no Ironman Brasil 2011. Amy Marsh vence entre as mulheres

Fonte: Finalsports - Data: 29/05/2011

O Ironman Brasil já tem seu maior vencedor da história. Neste domingo, em Jurerê Internacional , em Florianópolis (SC), o argentino Eduardo Sturla garantiu seu quarto titulo na competição e o status de maior vencedor da história. Ele completou os 3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42,1km de corrida da única seletiva da América Latina do Mundial Ironman com o tempo de 8h15min03s. O segundo lugar ficou com o brasileiro Guilherme Manocchio, de Curitiba (PR), que fechou a prova em 8h17min20s. Outro argentino, Ezequiel Morales, vice no ano passado, ficou com o terceiro lugar.

No feminino, a norte-americana Amy Marsh estreou na prova com vitória . Ela completou com o tempo de 9h09min39s, seguida por Lucie Zelenkova, da República Checa, 9h16min14s, e pela brasileira Ariane Gomes Monticeli, com o tempo de 9h19min15s . Foi a quarta conquista de Marsh em provas deste gênero nos últimos três anos. Destaque para o quinto lugar de Fernanda Keller, com cinco títulos do Ironman Brasil .

A 11ª edição do Ironman Brasil começou em grande estilo. Ao nascer do Sol em Jurerê Internacional , 1.823 triatletas de 34 países largaram para mais um dos mais difíceis desafios do esporte mundial. Na areia, milhares de pessoas acompanharam o início da disputa com muita animação, sem se importar com a brisa fria da manhã na capital catarinense. A possibilidade de ver de perto alguns dos melhores nomes do triatlo mundial, bem como prestigiar parentes e amigos, motivou o público.

Para Carlos Galvão, diretor-geral do Ironman Brasil , a competição teve, mais uma vez, resultado positivo.

"Nossa análise é de mais um sucesso que, sem dúvida nenhuma, demonstra a consolidação deste que é o maior evento de triatlo da América Latina.Ainda perseguimos o titulo brasileiro no masculino, que está cada vez mais próximo", destacou.

Quarto profissional a completar a natação, com o tempo de 49min29s o tricampeão Eduardo Sturla parece não ter sentido o desgaste e o pouco tempo de recuperação desde sua última prova, o Ironman da África do Sul , em abril. O triatleta assumiu a ponta no ciclismo e passou a brigar pela ponta com seu compatriota Oscar Galindez, também detentor de três títulos na prova, e o brasileiro Guilherme Manocchio, do Paraná .

Ao final dos 180 quilômetros de ciclismo, Eduardo Sturla manteve a ponta, saindo para o trecho final, 42,1km de corrida, com mais de cinco minutos de vantagem para Manocchio, que tomou o segundo lugar de Galindez. Cris MacDonald, foi o terceiro a iniciar a corrida, 10min56s atrás do líder. Ezequiel Morales (ARG), e o brasileiro Santiago Ascenço completaram a lista de cinco melhores no ciclismo.

Na corrida, o que se viu foi uma briga incrível. De um lado, Sturla tentando vencer o cansaço em razão do grande esforço. Do outro, Guilherme Manocchio buscando o adversário e a primeira vitória nacional no evento. Apesar do grande esforço do brasileiro, que chegou a reduzir a diferença de cinco minutos para apenas 25 segundos, no final valeu a grande experiência e técnica do argentino, que garantiu seu quarto título e se tornou o maior vencedor do Ironman Brasil .

"Isto aqui é algo incrível. Não poderia imaginar que conseguiria, mas é um prêmio por todo o sacrifício que fiz. Para você conseguir algo diferente precisa fazer algo diferente. Por isso treinei mais. Estava muito cansado e pensei que não fosse chegar. De qualquer forma, estou feliz por entrar para a história da competição, pois não é fácil ganhar quatro vezes uma competição como esta", afirmou Sturla.

Ao lado do tetracampeão, o brasileiro Guilherme Manocchio também não escondia a emoção. Sétimo colocado no ano passado, ele veio este ano para melhorar sua participação e quase quebra a hegemonia estrangeira na disputa masculina do Ironman Brasil .

"Treinei cinco meses, especialmente o ciclismo, pois tinha sido minha deficiência. Isso rendeu muito e consegui sair em segundo na corrida, onde me sinto mais à vontade. Tentei forçar nos últimos quilômetros, mas sofri muito com dores. Foi uma das maiores alegrias da minha vida", afirmou o Curitiba Manocchio, de 28 anos.

Feminino

Entre as mulheres, a norte-americana Amy Marsh dominou praticamente de ponta a ponta. Ela saiu da água em terceiro, atrás de Zelenkova e Biscay, mas com cerca de seis minutos de ciclismo assumiu a ponta para não deixar escapar a vitória .

"Foi uma prova bastante dura e o que foi determinante foi o ciclismo, já que não sai bem da água. Adorei estar aqui, pois o público te apoia o tempo todo e não para de gritar. Eu quis participar no ano passado, mas perdi o prazo de inscrição. Por isso, este ano fiz em dezembro de 2010", explicou a campeã.

A brasileira Ariane não mediu esforços para este terceiro lugar. Tanto assim, que terminou a prova com muitas dores e teve de ser atendida pelos médicos da prova.

"Cheguei bem mal, fruto do esforço. Fiz uma preparação forte para a prova e esperava chegar entre as três. Mantive a concentração o tempo todo e acabei fazendo minha melhor maratona. Estou bastante feliz com o resultado", disse a terceira colocada, que começou a praticar triatlo em 2005 e já completou cinco Ironman.

Os melhores entre os profissionais foram os seguintes

Masculino - 1) Eduardo Sturla (ARG), 8h15min03seg; 2) Guilherme Manocchio (BRA), 8h17min20seg; 3) Ezequiel Morales (ARG), 8h21min40seg; 4) Santiago Ascenço (BRA), 8h26min15seg; 5) Chris Mcdonald (AUS), 8h26min24seg ;
Feminino - 1) Amy Marsh (EUA), 9h09min39seg; 2) Lucie Zelenkova (CZE), 9h16min14seg; 4) Hillary Biscay (EUA), 9h35min05seg; 5) Fernanda Keller (BRA), 9h49min54seg.